Quem somos

 

Do barro ao pixel

Somos diversos, fluidos.
Caminhando entre mundos.
Habitamos o físico e o digital.
Somos edificado e também processo.
Transitamos entre o local e o global,
trabalhando com a tradição e a tecnologia.
Somos material e imaterial.

Somos a Paspartú!

A Paspartú é um escritório de arquitetura urbanismo e patrimônio cultural em belo horizonte, que nasceu em 2016 do desejo de aliar tecnologia, patrimônio cultural, arquitetura acessível e desenvolvimento sustentável.

No campo da arquitetura atuamos tanto com projetos residenciais, quanto comerciais. Desenvolvemos desde projetos novos, à reformas e projeto de interiores. Também realizamos projetos de adequação as normas de acessibilidade universal.

No campo do urbanismo atuamos prestando consultoria e desenvolvendo planos de desenvolvimento local e regional, aliados ao desenvolvimento sustentável e a preservação do patrimônio cultural. Também elaboramos planos de conservação para núcleos urbanos protegidos e paisagens culturais, além de realizarmos análises de impacto de empreendimentos sobre bens culturais.

Atuamos no campo do patrimônio cultural desenvolvendo os mais diversos serviços, desde levantamentos cadastrais utilizando de técnicas modernas como escaneamento a laser e fotogrametria, a elaboração de dossiês de tombamento e projetos de restauro.

Nosso campo de atuação é amplo e nossa experiência diversificada. Prestamos serviços para instituições públicas, prefeituras, outros escritórios de arquitetura, comunidades locais, empresas e proprietários de imóveis.

Paspartú

Do fr. passe-partout de passe, deriv. de passer  ‘passar’ + partout  ‘por toda a parte’

  1. Solução que se adapta a todo tipo de problema.
  2. Chave que serve para abrir diversos tipos de fechadura; chave-mestra.
  3. Personagem do livro de Julio Verne “Volta ao Mundo em 80 Dias”, mordomo francês recém-contratado do protagonista Phileas Fogg. Nas versões brasileiras, também é chamado de “Fura-Vidas” ou “Faz-Tudo”.

Anielle Freitas

  • Mestre em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável pela Universidade Federal de Minas Gerais (2018);
  • Arquiteta e Urbanista pela Universidade Federal de Minas Gerais (2015);
  • Intercâmbio acadêmico  Università degli Studi di Roma “La Sapienza” (CsF-CAPES),  Master em Restauro, com foco em Gestão de Patrimônio e Restauro Urbano (2013-2014);
  • Intercâmbio acadêmico  Universidad Nacional de Córdoba – Argentina (Escala-AUGM) graduação em Arquitetura e Urbanismo com ênfase em arquitetura hospitalar e interiores (2012).

Experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em gestão da paisagem, políticas públicas de gestão do patrimônio, ICMS cultural, restauro urbano, restauro arquitetônico, reformas e reabilitação.

  • Professora de projeto – Rede Doctum Unidade João Monlevade (2018-2020).
  • Membro do Conselho deliberativo de Patrimônio Cultural de João Monlevade (2016-2020);
  • Membro associada ICOMOS – Brasil;
  • Membro da equipe de elaboração do Dossiê de Tombamento de Bento Rodrigues (2017-2019);
  • coordenadora da equipe de arquitetura do projeto de restauro e requalificação das edificações da funarte em MG, sp e rj (2020-);
  • Elaboração do projeto de restauro e requalificação para a Casa de Cultura Dr. Raul Azevedo de Barros e requalificação da Praça de Esportes (Cássia/MG) (2017) com Leonardo Castriota;
  • Participação na equipe dos projetos de restauro das Igrejas de Nossa Sra. dos Prazeres (Milho Verde/MG) (2013), Senhor dos Montes, São Gonçalo Garcia e Nossa Sra. do Carmo (São João del Rei/MG) (2015), Santo Antônio (Paracatu de Baixo/MG) (2017) e Nossa Sra. das Mercês (Bento Rodrigues/MG) (2017).
  • Estágio junto ao Fondo di Edifici de Culto, orgão italiano responsável pela gestão do patrimônio religioso sob tutela do Estado, tendo participado do projeto de sponsorização e restauro do Convento de Santa Clara em Nápoles (2014).